Por de trás do artista | Apaixonei-me pelo meu ídolo – Para Dante Blog
Blog
10 de julho às 08:17
Por de trás do artista

Oi meus amores, tudo certo com vocês? Hoje, trago novidades e um coração cheinho de felicidade por poder dividir com vocês minhas idéias, entrevistas e fazer dessa coluna apenas mais um meio de ficarmos cada vez mais próximas e ligadas nesse “mundo de fã”. É mágico escrever para pessoas que amam como eu, e que fazem da vida do seu ídolo um mar cheio de amor e gratidão. Obrigada por estarem aqui e por acompanharem o Para Dante, grandes coisas estão por vir e contamos com vocês para vivermos mais uma parte dessa história juntos, viu? Mas agora, vamos dar um tempo nos agradecimentos e ler essa delícia de matéria que escrevi com muito carinho pra vocês. E o mais inusitado disso tudo, é que hoje não vou entrevistar um cantor ou uma dupla, a entrevistada de hoje, fica nos bastidores e é responsável pelos shows e pelos monitoramento na carreira dos artistas: a assessora. Convidei para contar um pouco mais sobre essa trabalho pra vocês, Dayane Campolina (assessora da dulpa Ivo e Yuri, que apresentamos algum tempo no ” Para Dante Apresenta), por incrível que pareça, a Day ficou um pouco surpresa quando recebeu o meu convite, um absurdo né? É ela a responsável por tudo isso, e não poderíamos deixar de “dar espaço” para um trabalho tão bem feito. Day, minha linda, obrigada por tudo o que faz pelos nossos meninos. O Para Dante hoje é com você, nossa assessora preferida!

Para Dante: O que pensa sobre o amor de fã?

Dayane Campolina: Acredito que só temos bons sentimentos, admiração e amor por aquilo que nos faz bem, que nos traz alegria.
Por isso acho puro e genuíno o amor de um fã com seu ídolo.
Os fãs são o primeiro e mais importante pilhar para um artista, sem fãs que são todo esse carinho, reconhecimento e apoio não existe o artista.
O fã é o maior responsável pela realização, e para que a carreira desse artista perdure durante muitos anos.

Para Dante: Já teve algum ídolo ou ainda tem?

Dayane Campolina: Sim, sempre admirei muitos artistas, na infância meus ídolos foram Sandy e Júnior, me emocionava nos shows, tinha caderno, mochila, pôster e namorava o Junior ( risos).
A muitos anos a Shakira é uma artista que me desperta essa admiração e amor. E certamente ficarei sem reação se me encontrar com ela.

Para Dante: Como quis se tornar assessora?

Dayane Campolina: É interessante, por que eu não foi uma escolha minha, foi algo que aconteceu ou me escolheram.
Influenciada por minha mãe, aos 5 anos eu comecei a cantar, dançar, desfilar e fazer dublagens, então cresci em palcos, rádio, shows e achava mágico.
Na fase final da adolescência entrando na fase adulta, a timidez me fez perceber que eu ficava mais feliz e confortável no backstage, atrás das cortinas e vendo tudo acontecer,
Posso dizer que tudo começou como um brincadeira, quando minha irmã e suas amigas criaram um grupo couver da Banda mexicana RBD, e eu resolvi levar a sério a brincadeira delas e produzi os shows, organizei os ensaios, escolhendo e criando figurinos, e aos poucos as pessoas começaram a me chamar pra fazer trabalhos, me pediam opinião.
E quando me vi, estava trabalhando para artistas nacionais que sempre admirei, em produções de tv, shows e grandes festivais como o Rock In Rio.
Na vivência que tive desde a infância no show business percebi que muitas vezes as coisas não eram bem organizadas, que os artistas precisavam de suporte, vi muitas pessoas talentosas não conseguirem chegar lá por não saber fazer uma gestão, planejamento.
( ainda vejo isso acontecer)

Para Dante: Como é trabalhar com um artista?

Dayane Campolina: Acho que antes de tudo, é preciso entender que não é um trabalho regular com horário pra entrar e sair, o artista é um produto muito diferente, requer muitos cuidados pois primeiramente são pessoas como qualquer outra, ficam doentes, tem problemas pessoais, a voz e o corpo são os instrumentos do trabalho, eles não são como um carro que da um defeito e você usar outro, eles possui necessidades como todos nós e ainda sim precisam subir em um palco como se nada tivesse acontecido e dar o melhor de si para os fãs.
O que diferencia um trabalho de outro é “quem é esse artista como pessoa no dia”
Quando estou fazendo o gerenciamento, produzindo ou assessorando o artista, a convivência se torna muito intensa, são horas na estrada juntos, são horas em reuniões e ligações, ensaios e se não existe respeito e afinidade esse trabalho se torna impossível.
Posso dizer que Ivo e Yuri me conquistaram nessa convivência diária, pela humildade com que tratam todos, o respeito e a força de vontade em fazer dar certo.
Certamente fazem com que o trabalho seja prazeroso e não desgastante como experiências que tive no passado.
É um trabalho que me realiza muito, por mais que as vezes seja invisível aos olhos do público e sociedade, não a nada mais gratificante de ver o artista subir no palco, lançar um música, gravar um DVD, se realizar, e você estar ali no backstage fazendo isso acontecer, resolvendo as emergências, coordenando tudo, as longas noites sem dormir fazendo planejamento, as dores de cabeça por pensar demais em ideias, se transformam em adrenalina e sensação de felicidade.

 

Ahhh amores, confesso que fiquei toda apaixonadinha por conhecer um pouco mais de um trabalho tão importante para os artistas e até mesmo para a gente. Espero que vocês tenham gostado de saber um pouco sobre essa profissão linda e cheia de amor. Alguém aqui já pensou em seguir esses passos? Eu mesma já me imaginei nesse ramo várias vezes. Quem sabe um dia esse desejo não se realiza né? Hahahaha ❤

Um beijo e até a próxima,

Andressa Ismael.

Compartilhe:  
Batalha de Ídolos
Instagram