VALEU A PENA ESPERAR #PAPODEAMIGA – 04 | Apaixonei-me pelo meu ídolo – Para Dante Blog
Blog
07 de abril às 08:23
VALEU A PENA ESPERAR #PAPODEAMIGA – 04

GABRIELE: Tudo começou uns três meses antes quando a divulgação pesada de um show do Luan em uma vaquejada na cidade vizinha em Lagarto/SE começou a rolar pela internet. Eu fiquei muito feliz claro, pois nunca tinha ido ver um show do meu menino e essa era minha chance. Mas a alegria durou pouco, pois aconteceram algumas coisas e eu tive a certeza de que pela quarta vez eu perderia um show do Luan no meu estado. A partir desse momento, todas as noites foram de muito choro e oração. Eu conversava com Deus e dizia que se fosse da vontade dele, iria acontecer e que se eu não fosse entenderia do mesmo jeito. Foi ai que surgiu vários sorteios de ingresso no instagram e ali eu vi minha chance, passava horas e horas do meu dia comentando pra ganhar mas sempre quando saia o resultado eu não tinha sito sorteada. Até que um dia, faltava mais ou menos cinco dias pro show, eu estava no Instagram e o resultado do último sorteio saiu e por coincidência a ganhadora tinha sido uma amiga minha que também é Luanete. Ela havia ganho quatro ingressos para a pista. Chamei ela no whats e comemorei junto com ela, eu estava muito feliz mesmo sabendo que eu não ia, pois eu sabia que ia ter pessoas ali que realmente amam o Luan. Depois que eu à parabenizei perguntei se ela queria ajuda pra se inscrever no camarim e ela disse que sim. Sem pensar duas vezes fui ajudá-la. Criei conta no site da central, inscrevi ela e fui pro meu twitter pedir ajuda. O show aconteceria no sábado 02/09/2017, e na quinta-feira feira nós começamos a conversar sobre o assunto do show, até que uma hora ela me perguntou se eu já tinha ido assistir e eu disse que não. Conversamos mais um pouco e quando deu 00:30, já tinha virado a madrugada e era sexta dia 01/09/2017, então ela me mandou “Se eu te der dois ingressos, você e sua mãe vão comigo?”, eu simplesmente não sabia o que responder fiquei paralisada, mas depois enviei um “sim” e ela me disse “então são seus. Sábado vamos ver nosso nego”. A felicidade foi tanta que eu me desesperei, comecei a chorar, tremer tanto que consegui acordar minha mãe e meu padrasto. Quando eu contei pra minha mãe ela ficou feliz, me abraçou e tratou de me acalmar (ela sempre me apoiou), mas tinha dois problemas, meu namorado não gosta do Luan e iria implicar e o segundo é que minha mãe não iria poder ir. Enviei uma mensagem pra ele dizendo que havia ganhado e que essa era minha chance e que eu iria e pelo contrário do que eu pensei ele aceitou de boa, confesso que até entranhei no começo. E agora eu precisava resolver o segundo problema, mas esse só poderia resolver de manhã. Não dormi nada a noite, fui pra escola na sexta de manhã totalmente aérea a ponto do professor perguntar se eu estava bem. Quando sai da escola passei no trabalho de uma amiga da minha mãe que também de minha amiga, perguntei se ela iria comigo e na hora ela aceitou. Pronto problemas resolvidos. No sábado 02/09/217 acordei cedo, precisava me arrumar afinal não é todo dia que a gente vê o ídolo. Enquanto isso a amiga da minha mãe procurava um transporte pois o show era na cidade vizinha. Achamos transporte, estávamos arrumadas, ingressos estavam em mãos e era só esperar. Os portões abririam as 22:00, saímos de casa as 20:00 e chegamos 22:15 no local. Eu e minha amiga compramos o boné e corremos pra grade da pista. A vista não era das melhores mas tudo bem. A amiga da minha mãe foi comprar água enquanto nós nos ajeitávamos no lugar. Fizemos algumas amizades e ficamos esperando o Luan, pois o show só iria começar 00:30. Eu contava os minutos e quando finalmente anunciaram ele meu coração disparou. Esperamos a entrada da turnê 1977 acabar e logo as cortinas subiram, revelando meu menino ali. Eu não tenho palavras pra explicar o que eu senti, eu não consegui chorar, mas a todo momento meu coração batia forte, eu estava em choque sem acreditar que estava ali. Na hora que ele sobe na grua pra cantar Dia, Lugar e Hora ele deu tchau três vezes pra onde eu estava e eu tenho certeza que o último foi pra mim. E com toda certeza desse mundo eu posso dizer que nesses meus 18 anos, o dia 02 de setembro de 2017 foi o melhor dia da minha vida. E depois de tudo isso eu aprendi varias coisas. A primeira é que aquela frase “Deus não demora, ele capricha” é a mais pura verdade, pois foram 8 anos e quando aconteceu, foi maravilhoso e inesquecível. A segunda é que ainda existem sim pessoas boas nesse mundo e mesmo que essas pessoas morem distante, que nós não tenhamos contato todo dia essas pessoas são as que realmente valem a pena de se ter uma amizade, pois nos piores e nos melhores momentos estão com a gente. Hoje eu sou eternamente grata a Deus por me permitir viver tudo aquilo, e grata também a minha amiga que eu posso denominar como anjo, pois se não fosse por ela eu não teria realizado o meu primeiro sonho. Nunca desistam, tenham fé que tudo vai dar certo e sempre que puderem ajudar alguém, ajudem!!!! Coisas boas atraem coisas boas.

PARA DANTE: Oi, Gabi! Amamos histórias como essa sua. Das que erguem a cabeça e continuam firmes e fortes. Nós sabemos o quanto temos que lutar por nossos sonhos e como isso pode ser dificultoso em todas as vezes. Mas sabemos mais ainda que quando pedimos algo ao Universo, ele realiza duas, três vezes melhor do que já havíamos pedido. Quando sonhamos com algo dentro de nossos corações, devemos acreditar acima de tudo de que somos capazes sim de realizar. Que somos sim fortes o suficiente para atravessar as barreiras que irão aparecer em nosso caminho. E que iremos sim vencer e olhar pra trás com orgulho, com muito orgulho. E é assim que funciona. Lutamos. Passamos pelas barreiras e por fim, nós alcançamos. Olhamos com orgulho. Com toda nossa fé. Os seus oito anos foram recompensados no instante em que seu menino subiu ao palco. Onde você teve a certeza de que venceu com vigor toda aquela caminhada que parecia ser impossível. Anota ai, Deus faz tudo da melhor forma. Os seus oito anos foram recompensados através de um momento único. Somente seu. Que Deus arquitetou no momento certo. Onde seu próprio menino já diz “Quando é pra acontecer, tem dia, lugar e hora”. E foi exatamente isso que aconteceu. É exatamente isso que continuará acontecendo. Devemos usar sua história como exemplos a tantas outras fãs que pensam em desistir. Pois desistir jamais será o melhor caminho. E Gabi, menina, aperte os cintos, ainda virão realizações maravilhosas para você.

Um beijo,
Larissa Santos.

Compartilhe:  
Batalha de Ídolos
Instagram